Contos eróticos e histórias picantes reais

A punição de Marcela

A punição de Marcela

By

Me apresento, sou um juiz do estado de São Paulo e tempo atrás publiquei um anuncio dizendo que gostava de punir mulheres. Aceitava também casais, a condição que o homem fosse simplesmente um espectador e me deixasse punir sua companheira sem interferir.

Me responde um casal de Osasco, Pedro e Marcela (nomes de fantasia), ambos com cerca de 40 anos. Após vários intercâmbios de e-mails, mensagens e ligações combinamos para nos encontrar na Estação da Luz, na plataforma 1. Ele é alto, cabelos longos presos em um rabo de cavalo, ela é morena, cabelos longos e seios abundantes, uma bunda bonita e um corpo sarado, em breve, uma gata.

Após o conhecimento mútuo, em uma mesa de um bar, nos movemos para um meu apartamento não muito longe, que eu uso para esse tipo de encontros. O jogo foi decidido, Pedro quer que Marcela seja julgada pelo comportamento infiel e eu serei o juiz.

Uma palmatoria de couro

A palmatoria usada para punir a esposa infiel.

Marcela é convidada a se posicionar no centro da sala. Veste uma saia azul apertada e uma blusa branca, dois belos seios aparecem, meias-calças, calcinhas tipo “fio dental”. Após a perquisição obrigatória, apalpamentos e introdução dos dedos, com luva, nas duas aberturas dela, a imputada é posicionada na frente de uma mesa com duas cadeiras e Pedro me apresenta uma carta de que eu e Marcela desconhecemos o conteúdo.

Marcela de pé, com as mãos atrás das costas, ouvindo atentamente as acusações. Se fala de queixas domésticas, cenas absurdas de ciúme e obrigações sexuais não satisfatórias, tudo em detalhes. Além disso, Pedro descobriu no seu telefone celular mensagem que sugerem inequivocamente uma traição.

Marcela tenta replicar, mas é proibido e, portanto, vem a ordem: imputada, mostre sua bunda! Marcela levanta a saia e baixa suas calcinhas, inclina-se sobre o encosto da cadeira e recebe seis palmadas, assim, uma para cada interrupção.

Peço então para ela para se defender das acusações, apalpando seus seios, tocando sua bunda e brincando com sua bucetinha. Pedro no entretanto está se masturbando.

Eu ordeno a Marcela de ajoelhar-se em outro quarto enquanto eu e Pedro discutimos a decisão…. Chamo a esposa infiel de volta e leio o julgamento, Marcela tenta revidar, mas eu ordeno… imputada, prepare sua bunda! E ela recebe uma dupla ração de palmadas.

A decisão do juiz
Marcela receberá uma boa dose de palmadas por mim e por Pedro e 50 golpes nas nádegas com a palmatoria de couro antes do almoço, mais outros 50 após o almoço.

Convidada a comparecer nua diante de nós, Marcela recebe a ração de palmadas, curvada sobre o encosto da cadeira, e os 50 golpes na bunda com uma palmatória de couro….

Pedro sugere de almoçar em um restaurante italiano aí perto, um lugar tranquilo. Marcela é mandada se vestir, mas sem calcinhas. A bunda deve ficar nua pois a punição ainda não terminou.

Marcela, enquanto almoçamos, talvez porque sua bunda estava ardendo ou talvez pela emoção, derrama um pouco de vinho na toalha da mesa, é repreendida, à convido para ir ao banheiro e não fechar, depois de alguns minutos eu mesmo vou no banheiro feminino e tranco a porta. Mando ela se ajoelhar na tampa do vaso sanitário, levantar sua saia, as mãos na cabeça, e lhe dou doze palmadas em suas nádegas com a palma da minha mão bem aberta… imediatamente após anúncio que vou servir sua sobremesa. Ordeno ela se virar e sentar no vaso, abrir minhas calças e pegar meu pau tudo na boca. Agarro sua cabeça e começo a move-la para frente e para trás, obrigando-a a pagar um boquete bem gostoso até encher sua boca com minha porra. Mando ela lamber meu cacete, limpar tudo direitinho até a última gotinha de esperma e engolir tudo.

Bunda vermelha após uma punição

A bunda da esposa infiel após a punição.

Voltamos para a mesa e Marcela é obrigada a contar para o marido tudo o que aconteceu no banheiro. Em seguida, em casa termina a execução da sentença. Marcela é mandada inclinar-se sobre a mesa, bunda para cima, pronta para receber a segunda dose de palmatoria. Ela tem que contar os golpes e a cada um dizer “Obrigado senhor, eu mereci. Por favor me dá outro”. Se errar, tudo recomeça desde o início. Azar dela, errou duas vezes. Em total apanhou mais de 100 golpes de palmatoria.

O marido dela estava assistindo sentado em uma cadeira, excitado e de pau duro, se masturbando de novo. Quando percebi que estava perto de gozar, pedi para ele de gozar na cara da condenada.

Como lembrança do dia ficaram comigo as calcinhas de Marcela, que exijo como penhor.

Espero que este conto tenha despertado seu desejo para uma aventura erótica diferente. Se você, gata, ficou com tesão e deseja fazer a experiência de ser punida, ou se alguém quer assistir à punição da sua mulher, é só entrar em contato. Fico a disposição.

The Master
Gosto de BDSM "leve", sem machucar minha parceira mas fazendo ela sentir a força da minha mão. Gosto de ser dominador na cama, me excita muito ver uma bunda gostosa receber palmadas. Se você ficou com tesão ao ler meus contos eróticos deixe um comentário e conte suas aventuras picantes. E se você gata acha que merece uma punição, entre em contato, será um prazer satisface-la!

    8 Comments

  1. Apreciei enormemente a punição.

    Augusta

    6 de August de 2016

  2. hummm q delicia heimmm … loka pra experimentar as suas palmadas só eu e vc sera s consigo

    APS

    24 de May de 2018

    • Que vontade de te dar uma surra!

      Juninho

      21 de September de 2018

  3. Muito Bom!

    Graziella

    5 de June de 2018

  4. Já puniu uma japonesinha coroa e esbelta, casadinha, obediente e mãe de família?

    Marido da Japinha

    23 de June de 2018

  5. Qro um juiz desse RS

    Milena Gama

    23 de October de 2018

  6. Qro um juiz desse rsrs

    Milena Gama

    23 de October de 2018

  7. Adoraria ser punida assim…

    Ana Paula

    30 de October de 2018

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



"contos sadomasoquistas""contos de masturbação""relatos eroticos reais""contos eróticos por categoria""conto erótico corno""contos eróticos lesbicas""conto erotico de estupro""esposa safada""casa do conto erotico""contos de troca de casais""no cu não amor""historias de sexo gratis""fui enrabada""contos e videos eroticos""contos eróticos estupro""contos porno anal""contos esposas""contos eróticos quentes""contos eroticos filhinha""conto erotico mae e filha""comendo a amiga da minha mulher""casa do conto erotico""contos eroticos real""sexo lesbo""contos erotigos""contos eroticos ninfetas""contos strapon""contos eroricos cnn"contoeróticos"transando com a amiga da filha""cuckold sexo""contos eroticos picante""ultimos contos de sexo com fotos""contos eroticos sexo"contoseróticos"contos eróticos mãe""conto erotico ginecologista""conto esposa""historias de corno""historia de sexo anal""www.contos eróticos""contos eroticos metro""contos eróticos de coroas""casa dos contos corno""últimos contos""histórias heroticas""contos eroticos flagra""orgias reais""contos de cu""ultimos contos eroticos""contos eróticos boquete""contos eroticos sadomasoquismo""contos eroticos reais""conto erótico corno""contos eroticos lésbicos""contos picante""contos eroticos estrupada""ler contos eroticos""contos eroticos com novinhas""conto erótico pai e filha""casados contos eróticos""histórias eróticos""contos eroticos de mulheres casadas""ultimos contos de sexo com fotos""contos eroticos novinha""corno bissexual""contos eroticos ultimos""contos etoticos""casa dos contos er""contos de sadomasoquismo""contos eroticos troca de casais""contos heroticos""contos eroticos verdadeiros""contos eroticos estupros"