Contos eróticos e histórias picantes reais

Sexo a três: os prazeres deliciosos do poliamor

Sexo a três: os prazeres deliciosos do poliamor

By

Oi, sou a Mirella. Meu marido e eu estamos descobrindo juntos os prazeres do poliamor com o sexo a três. Sou loira, olhos verdes, alta, seios grandes, bunda redondinha, cochas e pernas perfeita, adoro anal, meu marido tem o corpo feminino lisinho, dono de uma linda pica de 21cm, não é grossa e nem fina ideal pra inaugurar um cuzinho. Apresento para vocês também minha amiga Mychely, dos tempos de colégio, hoje ela é médica, corpo lindo, morena, clara, olhos castanhos, boca linda feita para chupar uma pica, seios médios, bunda redondinha, cochas e pernas torneadas, buceta com lábios grandes depilada, cuzinho lindo. Essa é Mychely, uma princesa que vai passar final de semana na minha casa. Após longo papo com ela e meu marido Tony e mais algumas cervejas, ela me disse que o maior sonho dela é perder a virgindade do cuzinho, mais sempre tinha medo, fez várias tentativas com dois ex, mas sem sucesso. Eu tinha conversado com ela que meu marido tem muita experiência para o anal, ele faz uma preparação massageando com muito gel até o cuzinho ficar um pouquinho laceado.

Falei para ela que meu marido faz aniversário. “Dá esse presente para ele, disse, a paixão dele é comer um rabinho!” Mychely se levantou, sentou-se no colo dele e já foi beijando e tirando a roupa dele, super faminta, acariciando todo seu corpo. Ela chupava o meu marido discretamente pela experiência dela, eu fiquei louca vendo outra fêmea mamando na rola dele, que tesão louco! Não me contive e mamei junto com ela!

A putinha chegava até tirar da minha boca para voltar a mamar: ver meu marido sendo sugado por outra me deu uma mistura de tesão e raiva, ele é educado e feminino, para meter consegue manter uma ereção bem prolongada. Deitamo-nos na cama e pela primeira vez dividi meu marido com outra fêmea, que nessa altura já era mais dela, ela estava adorando mamar na cabeça da pica dele que é igual um botão de rosa, ela já fazia uma garganta profunda que ficava pingando saliva pelos seus seios.

Abri as pernas da Mychely e separei os lábios da sua buceta, são lindos, e falei para o meu marido comece por onde você mais gosta, além de comer um rabinho. A putinha adorou ele chupando, rebolou na boca dele enquanto eu desci para chupar seu cacete: não posso ver uma rola e então aproveitei que a faminta deu uma folga. Em seguida fiquei de quatro para receber a rola no meu cuzinho que já estava lubrificado pela saliva: sua rola entrou fácil após anos de uso, ele foi me fodendo gostoso, só ele conhece meu rabinho, eu subi um pouco sobre a Mychely e pela primeira vez chupei uma buceta e adorei! Ela gemia e tremia, meu tesão era tão forte que fiz ela gozar na minha boca, trocamos de posição fiquei de lado enquanto meu marido comia meu cuzinho por trás.

Mychely enfiou a cabeça entre minhas pernas para chupar minha buceta. Nossa! Enlouqueci e gozei. Claro, uma boca macia e uma rola ao mesmo tempo é o sonho de toda mulher, meu marido tirou a rola do meu cuzinho e falou “desta vez meu leite vai ser depositado dentro do cuzinho da Mychely, com carinho”. Após uma ducha a três e mais umas cervejas, Mychely pegou na mão do meu marido, sorriu para mim e disse “darei para seu marido de presente meu cuzinho virgem” e foi para o sofá da sala.

Mychely já ficou de quatro sobre o sofá, meu marido começou lamber sua bunda linda, passava a língua em volta do seu cuzinho até entrar a ponta, em seguida abriu um pouco e disse “seu cuzinho é lindo”, ela disse “é seu, amor”, ele colou a boca no seu paraíso, ela rebolou e gemia de prazer. em seguida, colocou gel no dedo, começou penetrar dois dedos bem devagar, ela mordia os lábios de prazer, porque a abertura estava sendo feita com muito carinho. Ela já queria sentir dentro sua pica, ele falou “amor, não está no ponto ainda”, continuou massageando, deu um beijo na sua bunda.

Agora seu cuzinho já está preparado, você vai receber a visita que tanto espera! Passou muito gel na cabeça da sua pica e envolta do seu mastro, encostou a cabeça na entrada do seu cuzinho lindo, forçou a cabeça que é fina, entrou bem suave e ele perguntou “está doendo, querida?” E ela respondeu “não amor, só diferente”. Os gemidos da Mychely eram intensos de prazer e a sensação de que iria ser invadida por um talo comprido só aumentava o tesão e a deixava muito feliz.

Meu marido dobrou o corpo, pegou nos seus seios e falou “princesa, você é que vai meter, venha com sua bunda linda para trás e comece com o vai e vem bem lento aos poucos”. Ela foi sugando tudo para dentro, começou rebolar na sua rola dizendo “que gostoso dar o cuzinho para você, que me come com todo amor e carinho como eu fosse tua esposa”, ai a Mychely me chamou “Mirella coloca os seios na minha boca!”, e mamou igual uma gatinha.

O tesão da Mychely aumentou tanto que ela empurrava a bunda para atrás sugando a sua rola que não é grossa e nem fina, até sentir as bolas bater na sua bunda, ela mesma já metia mais rápido levando o corpo para frente deixando só a cabeça dentro, e voltava sugando até o talo. Ela me olhava, mordia os lábios e sorria para mim. “Está gostando Mirella de ver teu marido comendo meu cuzinho?” ela estava muito feliz com ele que acabava de tirar o selinho do seu cuzinho, depois de meter muito ela gritou “amor, vou gozar!” me chamou… “Mirella soca dois dedos dentro da minha buceta!” Rebolou muito, fazendo meu marido gozar muito, enchendo seu cuzinho lindo de leite.

Ele foi tirando bem devagar, aí Mychely viu o porte da rola que sugou e disse “dar o cuzinho é maravilhoso! Atingi o limite máximo do prazer!” Aí a putinha da Mychely ordenou: “Mirella, lambe a minha xana para você saborear o gosto do meu mel!” Fiquei de joelho, abri sua perna meti a língua na sua xana. Chupei muito, lambi aquela delícia, em seguida eu e ela ficamos mamando na rola do nosso machinho até encher nossas bocas de leite quentinho. Que delícia, nós duas acabamos nos beijando e engolindo até a última gotinha. Só quem provou sabe o gosto que tem. Já era noite e fomos dormir os três juntinhos com a Mychely no meio com a rola do nosso marido entre suas coxas.

No outro dia acordei com a Mychely mamando no meu seio me dizendo “bom dia querida” e foi acordar nosso marido. A esfomeada começou alisando a rola dele e dizia “que pica linda, do jeito que sonhei”. Aí ela se sentou com a buceta na boca dele, rebolando, em seguida dobrou o corpo para frente começou bater uma punheta com as duas mãos, me chamou “Mirella, fica em pé na minha frente e coloca a sua buceta na minha boca, quero chupá-la, estou super tarada! Mychely rebolava na boca do meu marido, continuava punhetando, ela gozou e eu também na sua boca macia.

Mychely continuava louca de tesão ficamos as duas em pé na frente do nosso marido, ele ajoelhou entre nós duas e foi chupando a buceta de uma e da outra um bom tempo. Em seguida, a Mychely se sentou no meu colo e oferecemos duas bucetas para ele mamar. Ele enfiava a língua até o talo, aí ele fez uma dupla penetração. Colocou dois dedos no cuzinho e dois na buceta da Mychely, ela gemia de prazer, ele continuava chupando minha buceta. Em seguida, eu gritei “estou gozando!” Beijei forte a boca da Mychely fazendo ela também gozar, meu marido é viciado em chupar e mamar numa buceta e fica mais feliz quando ele tem mais outra para encher a boca dele com o mel do amor.

Meu marido olhou para mim que agora também é da Mychely, eu e ela ficamos de quatro na beirada da cama ele chupou primeiro o cuzinho da Mychely e depois passou a língua no meu cuzinho, em seguida passou gel em dois dedos fez a penetração bem suave no cuzinho da …My …que mordeu os lábios de prazer, passou muito gel na sua pica de cabecinha fina, ai eu abri a bunda da My… Com as mãos ele colocou a cabecinha na entradinha, foi penetrando bem suave, foi até a metade, a putinha já deu o início do vai e vem, forçando a bunda para trás para entrar tudo. Ele meteu no cuzinho dela uns quinze minutos, aí foi a minha vez de levar vara. Não precisou nem passar gel, a sua rola já toda lubrificada. Peguei na sua rola linda, encostei no meu cuzinho, forcei a bunda para trás que entrou tudo até sentir as bolas nos lábios da minha buceta. Me comeu gostoso, e ainda ficava com dois dedos dentro do cuzinho da My… ela tirou a pica do meu cuzinho para ele voltar a foder o cuzinho dela, foi mais uns minutos comendo ela, depois tirou o cacete e gozou na bunda de nós duas.

Mychely ainda continuava esfomeada, colocou nosso machinho de quatro sobre a cama ela ficou de joelho atrás dele começou acariciar a sua bunda, lamber em volta do seu paraíso, abriu e passou a língua. Ele gemeu de tesão, ela pegou na cintura dele com as mãos e começou roçar sua buceta em volta do seu cuzinho, fez ele gozar sem pôr a mão na sua pica, ela virou o corpo pegou na sua pica e mamou e engoliu até a última gotinha de leite.

Eu, Mychely, posso garantir que tive duplos orgasmo maravilhosos sendo enrabada e realizada após conhecer o Tony, sentir o desejo de dar o cuzinho é consequência do costume e da boa preparação. Meu desejo primeiro agora, tenho que ser bem degustada na bundinha se não a foda é incompleta … dar o cuzinho é delicioso…é só saber como dar… ou como comer, uma vez enrabada você não esquece jamais e o prazer é gratificante ao sentir o canalzinho dilatado com amor, sedução e carinho. Bom, nos dias seguintes o maridinho da minha amiga Mirella traçou a minha bucetinha deliciosamente me deixando a minha perseguida bem esfoladinha com os lábios bem soltinho pra fora, daqui pra frente minha vida nada mais será como antes, fiquei amante do casal…  Recomendo os prazeres do sexo a três… Lógico com respeito entre todos pra ter sucesso…

Somos de Goiânia capital.  Seu comentário será bem-vindo para nós e para este delicioso site… beijos…

Tayla
Eu gosto de ler e escrever contos eróticos, compartilhar minhas experiências sexuais com leitores desconhecidos me excita muito, saber que outras pessoas vão ficar com tesão lendo minhas histórias e fantasias eróticas. Algumas histórias são verdadeiras, outras parcialmente verdadeiras e em parte fruto da minha imaginação.
Se você gostou dos meus contos eróticos e quer entrar em contato comigo para trocar experiências e fantasias eróticas, deixe seu comentário abaixo. Responderei assim que for possível, especialmente se o comentário estiver bem quente e excitante...

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Online porn video at mobile phone